Ainda não há comentários

“Deus odeia os covardes que não falam a verdade do Evangelho”

O reverendo Franklin Graham disse em um retiro de líderes e pastores evangélicos, que não se deve evitar abordar questões controversas no púlpito, declarando que “Deus odeia os covardes.”

Graham, presidente da Associação Evangelística Billy Graham, baseou suas observações sobre Apocalipse 21: 8, onde Deus enumera oito grupos de pessoas que vão estar “no lago que arde com fogo e enxofre, que é a segunda morte.”

Entre os grupos como os assassinos, os idólatras e incrédulos, o primeiro pecado mencionado é a covardia. Foi no primeiro grupo que Graham focou o seu discurso, intitulado “Fiquem firmes nas questões controversas.”

“A definição de um covarde é quem não enfrenta um problema que precisa ser confrontado por medo, isso que é um covarde“, disse Graham, “Deus odeia os covardes. E os covardes que o Senhor estava se referindo são os homens e mulheres que sabem a verdade, mas se recusam a falar.”

Graham falou sobre a necessidade das igrejas falam contra o aborto e o homossexualismo, declarando: “Não vão me calar a boca.”

“Temos a responsabilidade de falar sobre questões morais. O aborto, a homossexualidade são questões morais. Este é um país livre, você pode fazer o que você quer fazer, mas eu quero que você saiba o que é um pecado contra Deus“. Graham disse.

Graham disse que ele tem “amigos que são pastores” que dizem que querem a pregar o Evangelho, mas não “quer se tornar alvo”. “Bem, você não acha que Jesus Cristo era um alvo desse tipo?”, perguntou Graham. “Será que poderão cortar as nossas cabeças cortadas? Talvez um dia. E daí? Que corte! ”

O filho do famoso evangelista Billy Graham, Franklin Graham tem estado no centro de algumas controvérsia nos últimos anos por suas declarações sobre o casamento do mesmo sexo, e sua crítica ao Islã, e sobre o desempenho do presidente Barack Obama.

Portal Padom

Publicar um comentário